A enclavar desde 2005

«São meus discípulos, se alguns tenho, os que estão contra mim, porque esses guardaram no fundo da alma a força que verdadeiramente me anima e que mais desejaria transmitir-lhes: a de se não conformarem.»
Professor Agostinho da Silva





01 outubro 2007

2007 - annus horribilis

A seu tempo ataquei o Prof. Marcelo por ter errado ao fazer-se de vítima de Santana Lopes qunado afinal só queria trocar de canal televisivo (da TVI para a RTP) para assim receber mais uns torcados.
O tempo veio a dar-me razão, mas mais: um comentador, como qualquer outro prestador de serviços, deveria ser avaliado pelo seu trabalho.
Assim, vejamos que nota podemos dar ao Prof.:

1 - Fez uma campanha pelo 'Não' que favoreceu imenso a vitória do 'Sim' no referendo à IVG (Lei do Aborto).
2 - Enganou-se uma meia-dúzia de vezes durante a crise da Câmara de Lisboa - alguns dos seus conselhos foram, funestamente, seguidos por Marques Mendes.
3 - Fez previsões incríveis sobre os resultados eleitorais de Negrão em Lisboa - ajudou, como ninguém, ao clima de afastamento da realidade que atingiu o PSD no início do Verão passado.
4 - Estava convencido que os barões, de que ele se julga o expoente máximo, eram decisivos nas primárias do PSD - ajudou, como ninguém, a que essa crença contaminasse a lucidez da facção mendista.
5 - Vaticinou o desastre completo de Luís Filipe Menezes antes da votação - sem a humildade de apenas reconhecer o tremendo erro e a sua responsabilidade pessoal na derrota de sexta-feira passada, voltou ontem a reincidir nessa previsão, transportando-a para as Legislativas de 2009.
Vou continuar a ser espectador habitual da suas sessões oraculares de Domingo à noite. Porque me são muito úteis: servem para antecipar a enorme probabilidade de que tudo irá acontecer ao contrário. Muito, também, por causa daquilo que aí é preconizado.

2 comentários:

Amigo da Sopa disse...

"Oh Judite: Dou 15 valores ao rapaz!"

J P G disse...

Dentro do BOM. Sim senhor!