A enclavar desde 2005

«São meus discípulos, se alguns tenho, os que estão contra mim, porque esses guardaram no fundo da alma a força que verdadeiramente me anima e que mais desejaria transmitir-lhes: a de se não conformarem.»
Professor Agostinho da Silva





30 novembro 2012

Obrigado Éder!!!

Só para ver este trombil, valeu muito a pena!

Eu tinha-te dito, miúdo...

Maria das grades

Quem diria que trinta e tal anos depois, a mais de 40 quilómetros de Coimbra, voltaria a ouvir falar de tal personagem que me amedrontou em pequeno...

A "maria das grades" é um ser mítico do folclore português. Segundo a crença popular, habita nos rios, lagos e poços, atrai e afoga as crianças que se aproximam destes lugares. Supõe-se que possa ser uma reminiscência das ninfas pagãs.

Uma coisa é certa, a par com o "papão", "o homem do saco" o "cigano" e o "polícia", era uma das expressões que metiam respeitinho: "não vás para lá, que pode aparecer a Maria das grades!!!"

Esta foi recolhida por mim...

Representa bem o Outono

Cada vez me convenço mais disto


29 novembro 2012

Confiança, precisa-se!!!

É a primeira vez que acontece desde que foi criada a moeda única: no primeiro semestre deste ano, particulares e empresas pouparam mais do que investiram.

De acordo com o Banco de Portugal, o conjunto destes dois sectores (famílias e empresas) apresentou «uma situação em que a poupança é superior ao investimento (situação de capacidade de financiamento), o que acontece pela primeira vez desde o início da área do euro».

Com o passar do tempo e alguma luz ao fundo do túnel que possa surgir (acho que todos devemos querer que ela apareça), o investimento voltará a crescer e o emprego também.

Ah bochecha "mai linda"!!!

Desde que o Governo cortou 30% do financiamento público à sua fundação, Mário Soares tem andado num frenesim. Ora são entrevistas, petições, apelos ou cartas de "personalidades", tudo serve para criticar a Maioria. 

Realmente, o governo merece que o "bochechas" e as outras "personalidades" (Ferro Rodrigues, Fernando Rosas, Carvalho da Silva...) o tratem mal, pois não devia ter cortado 30%, devia é ter acabado todo o financiamento público (desta e de muitas outras - a começar pela do Alberto João Jardim (PSD Madeira, mas, como bem sabemos, dele!).

Só ao alcance de um designer com muita pinta...


Grande Telmo!!!

Aquele abraço!

Concordam?

Muitas vezes o que é dito com os copos, é pensado quando estamos sóbrios...

28 novembro 2012

Os estivadores e a estiva...

Os trabalhadores portuários estão em greve desde Setembro e prometem continuar até Dezembro.

Mesmo que me pareça pouco patriótico, bloquear uma das principais tentativas para Portugal sair da crise (as exportações aumentaram, mas sofreram um abrandamento, em parte, pela inoperância dos portos, provocada pelas greves sucessivas), o que faz mais impressão é uma classe profissional (que eu não imaginava tão bem paga), conseguir estar semanas seguidas em greve.

Sim, porque para os menos atentos, as greves são um direito, mas nos dias em que se fazem, não se recebem vencimento (e julgo que nem subsídio de refeição).

Claro que alguns sindicatos (estou-me a recordar dos do sector ferroviário), já contemplam uma quota adicional para prevenir essas situações, repondo a estrutura sindical os dias de greve em que os trabalhadores não teriam direito ao vencimento.

Os professores, nunca fazem greves de mais que um dia, pois pesa ao final do mês. Porque é que não estudei para estivador?!?!

Só para quem gosta...


Vamos dar uma volta???


27 novembro 2012

Grande Sá Pinto!!!

Numa lição de Sportinguismo, abdicou de um ano de salário a que tinha direito.

É de Homem! É de Leão!!!

Confirmar AQUI!

O estudante em Paris, faz-se lembrar...

 

O Aeroporto de Beja não recebe qualquer passageiro desde julho. 

 

Na obra foram gastos 33 milhões de euros que nós pagamos com os nossos impostos

Vai uma ajudinha???

As crianças do Jardim de Infância da Casa do Povo de Quiaios participaram num concurso, juntamente com outras Instituições de Solidariedade Social da Figueira da Foz, tendo decorado Árvores de Natal sob o tema “O Reino Animal” que estão expostas no Foz Plaza. As duas vencedoras ganham um prémio no valor de 500€.

Até ao dia 30 de Novembro, estão abertas as votações na Página Oficial do Foz Plaza no Facebook.Fica o link para que possam ajudar as nossas crianças a ganhar um prémio que será utilizado na compra de material didáctico para o Jardim de Infância.

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=469926646378877&set=pb.176690392369172.-2207520000.1353928279&type=3&theater

Não custa nada e aquela malta merece.

Para começar o dia a rir


(picado do FB de um Amigo)

26 novembro 2012

Sobre as imagens que a PSP pediu à RTP...

Parece que houve uns pedidos de demissão e umas vozes (aquelas da esquerda que malha sempre), queixando-se por a Polícia de Segurança Pública ter pedido imagens (mesmo as não editadas) dos acontecimentos ocorridos no dia da "manif" em frente à Assembleia da República (arremesso de pedras à polícia e vandalismo de automóveis e outros bens privados e públicos).

Claro que se estivéssemos a falar de uma bomba que matasse inocentes, ninguém acharia mal pedir imagens a todas as televisões, jornais, ou mesmo a privados. 

De resto, no mundo civilizado, quando há crimes, as câmaras dos bancos, supermercados, etc. são utilizadas para descobrir os autores dos mesmos.

Mas em Portugal, os jornalistas são "vacas sagradas" que só podem escolher mostrar o que lhes interessa, iludindo por vezes a opinião pública e sendo parciais.

Talvez se um seu familiar próximo sofrer uma pedrada de um destes "profissionais dos distúrbios" (mochilas, gorros, máscaras...) e o deixar em coma, esse jornalista entenda que as imagens que captou são "material de trabalho" mas igualmente dados importantes para identificar criminosos e reduzir a impunidade.

Programa completo - Éder








Pedem-me para anunciar que...

Fazem os 2 meses dia 27 de Dezembro. 

Vão para o novo dono com lop, 1ª vacina e desparasitados. 

O preço é 350 euros (macho ou fêmea).




Há dias em que não cabes na pele com que andas...

Música: Manuel Paulo
Letra: João Monge
In: "Alma" (1996)


 

Boa semana!!!

25 novembro 2012

Bom Domingo

24 novembro 2012

23 novembro 2012

Querem participar num programa de entretenimento???

Trata-se de um karaoke, onde parece que não podem parar de cantar...


Até arrepia...

Cansei-me de respeitar quem não me respeita

A idade não pode servir de desculpa para tudo e as virtudes não apagam as falhas.


Há músicas assim...

22 novembro 2012

Nem a minha Briosa...

Hoje o desporto passou apenas pela reportagem na SporTv (que ainda não vi, mas já tive amigos a telefonar e a enviar SMS).

Quanto ao Sporting, e à Académica, acho que fizeram bem em não continuar nessas disputas europeias, pois gasta-se muito dinheiro em viagens, hotéis, restaurantes...

Diferenças relevantes...

A prestigiada e isenta publicação económica Financial Times, todos os anos faz um ranking dos ministros das finanças da Europa. Este ano...

Gaspar é o 10º melhor ministro das Finanças da Europa

Mas como devemos ter memória, reparem no que fui encontrar...

Teixeira dos Santos (o seu antecessor) foi considerado o pior em 2008

Fala como se tivesse tomado uma caixa de xanax e tem aplicado austeridade, mas reconhecem-lhe competência e pouca apetência para fazer fretes a interesses instalados, o que lhe (e ao país) dá credibilidade (coisa rara nos políticos).

 

Enfim, será do apelido? Eheheh!

Liga dos Campeões das Quartas-feiras

Após quase 3 meses de "alta rotação", registam-se dois empates e a classificação segue assim...

Só 4 pessoas conseguem ter mais de 50% de vitórias e duas delas quase se "enganchavam" ontem.

Justo!!!

Tirei esta foto numa pequena viela, perto dos bombeiros de S. João da Pesqueira, mas penso que pela sua postura e sentido de estado, merecia o seu nome numa... avenida.

21 novembro 2012

Muitas técnicas...

 ...utilizadas para "enganar" a tecnologia empregue numa máquina parecida com esta...



Ensino público sai mais barato

Não me refiro apenas ao que os pais pagam, mas ao que o Estado gasta com cada aluno/turma por ano.

Apesar de em muitos escolas privados com contrato de associação se recusarem a aceitar alunos com Necessidades Educativas Especiais e/ou criar turmas com currículos alternativos, bem como outros casos problemáticos que encarecem (e muito) o ensino, o estudo que o Ministério da Educação solicitou, mostra dados inequívocos:

Alunos do básico custam menos ao Estado no público do que no privado 

O custo médio por turma dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico é actualmente menor nas escolas públicas do que nos colégios que têm um contrato de associação com o Estado. Segundo dados divulgados esta terça-feira pelo Ministério da Educação e Ciência (MEC), o Estado paga em média 70.256 euros pelas turmas dos 2.º e 3.º ciclos das escolas públicas. A verba acordada para este ano com os colégios com contratos de associação é de 85.200 euros por turma. 

Ou seja, são mais TRÊS MIL CONTOS POR ANO  que o Estado (todos nós) paga aos senhores dos colégios (que lá colocam os professores que bem entendem e são venerados como donos dos estabelecimentos de ensino).

Reparem que em 10 turmas apenas, o "lucro" anual ronda os TRINTA MIL CONTOS, o que dá para comprar um autocarro para ir buscar os meninos, ou fazer obras de modo a tornar a escola mais atraente e cativar para lá os alunos. Concorrência desleal?

P.S. - ainda assim, o valor que o Ministério irá pagar aos colégios (85.200€ por turma), é substancialmente menor do que o pago em anos anteriores, o que levou à onda de protestos onde alunos dormiram nas escolas, pais encerravam os portões com cadeados (no público era chamada a GNR e os portões imediatamente abertos) e professores e donos dos estabelecimentos ensaiavam coreografias gigantescas em dias/horários lectivos.

Bom som...

20 novembro 2012

O dedo do Wolfswinkel pelo olho do ** dentro

Após a ilibação total do avançado do Sporting pela UEFA, exigia-se que os ordinários do jornaleco Record se retratassem.

Ler AQUI!!!


Este ano...

 ... tenho uma rapaziada à antiga. Gostam de levar os animais de estimação para a sala de aula.

Gostei e até aproveitei para dar uma aula sobre répteis, teoria da evolução, revestimento do corpo e outras coisas giras.

Claro que no final da aula houve uma carícia a alta velocidade...

19 novembro 2012

O estado da coisa...

As dúvidas são mais do que muitas e num mundo cada vez mais governado pela economia, pelos mercados (que vivem de especulação e expectativas) e globalizado, quem tiver a certeza de qual o melhor caminho, que avance - mas a certeza, MESMO!!!

Esta é a introdução para um ponto de situação do que nos aflige diariamente (como estarão as coisas para o ano e daqui a dois ou três anos).

O desemprego cresce (como era previsto), a economia contrai (como seria de prever) e os portugueses estão a viver com menos dinheiro (conforme as escrituras).

Mas, o tal mas... será que com o esforço já feito, mais o do próximo ano e a tal "refundação" do estado as contas vão finalmente endireitar-se? 

Não me refiro apenas durante meia-dúzia de anos, mas durante longas décadas. 

Para não tem muita memória, Portugal depois do 25 de Abril de 1974 já pediu ajuda externa TRÊS VEZES! Praticamente uma por década, ou seja, volta-não-volta, lá estamos de novo em crise.

Cansa ser sempre o parente pobre da União Europeia, custa sermos os pobrezinhos da Europa, arrelia saber que nos outros países é que se vive bem, lá sim, a saúde, a justiça, os transportes e a educação funcionam - como se ouve no mês de Agosto.

Bom, mas parece que a tal troika precisou apenas de umas horas para dizer que Portugal está a cumprir e libertar mais uns milhares de milhões de euros (ao contrário de outros países, onde demoram semanas e o cheque fica preso até novas medidas serem aprovadas).

Ou seja, já que este governo (que devia explicar-se melhor, dar melhores exemplos e ser tão rigoroso com os seus como com os restantes "tugas") nos está a impor medidas de austeridade, pelo menos que estejamos a ir de encontro ao que as cabeças pensantes de entidades como o FMI ou o BCE entendem ser o melhor.

Imagino o que seria se esta 6ª avaliação (ou alguma das anteriores) não tivesse corrido bem...

Pelo menos que isso nos dê mais algum alento, pois um povo sem esperança é do pior que se pode ter e aí sim, é motivo para termos todos muito receio.

Termino como comecei... será que é este o caminho certo??? Cumprir com o que está estabelecido e acreditar que no próximo Natal os sinais de recuperação já começam a aparecer (embora ainda não se façam notar)???

Eu quero acreditar que sim, mas se me perguntassem de 0 a 20, apenas dava um 13.

Uma obra prima com um intérprete genial

 
Boa semana!!!

18 novembro 2012

A quem o dizes...


Em tempos de crise...

...é que se vê quem tem fibra, raça e alma de leão.

Confirmem AQUI!!!

P.S. - já repararam como o Sporting até na crise representa bem o país? Ao contrário de outros que andam em bicos de pés como se fossem os maiores, o clube de Portugal mostra humildade, ocupando lugares singelos na classificação e obtendo resultados aquém do expectável. Eheheh!

17 novembro 2012

Aprendi...



Aprendi...
Que se deve usar palavras suaves e macias porque, talvez amanhã, tenhamos que as engolir. 
 
Aprendi...
Que um sorriso é a forma mais barata para se melhorar o visual. 
 
Aprendi...
Que não posso escolher como me sinto, mas que posso escolher como reagir a isto. 

Aprendi...
Que ninguém é perfeito até que eu me apaixone. 
 
Aprendi...
Que a vida é dura, mas que eu sou mais duro. 

Aprendi...
Que quando se cultiva tristezas, a felicidade vai bater noutro lugar. 

Pelo Algarve...



16 novembro 2012

Não há justificação que lhes valha!!!

Podem ser bons em semântica, questões processuais e outras nuances sinuosas, mas com tantos cortes e tão generalizados, os exemplos devem vir de cima e este é péssimo (ainda por cima vindo de um governo que se diz tão rigoroso).

Aceitam-se comentários


O boné ou gorro e a máscara (para a covardia ser maior), a mochila (para levar pedras, petardos e outros "mimos") e a boçalidade de quem acha que atirando pedras a quem é pago para o defender, ou partindo vidros de carros de cidadãos anónimos consegue melhorar a situação do país.

Fado alado

A Antena 1 andou a anunciar em ante-estreia e fiquei com ele no ouvido, mas só agora aparece disponível...

Composto e escrito pelo Pedro Abrunhosa, interpretado por Ana Moura.

Ouvir AQUI

15 novembro 2012

Fica um cheirinho...

... do que será a reportagem do Éder, na qual tive o gosto de aceitar participar.

Obras de Mafra???

Depois de terem avançado a bom ritmo, as obras na infraestrutura do açude ponte, estão há várias semanas no mesmo ponto.

Ao que parece apenas falta a descida de acesso a Coimbra, na margem direita do Mondego, mas hão se vê por lá sinais de trabalhos, apenas está cortada a via.

O problema é que graças a essa demora (cheira-me a falta de dinheiro para pagar alguma tranche...), o trânsito é desviado sobre a ponte, obrigando-o a vir à margem esquerda contornar a rotunda que já de si tem um tráfego enorme.

Haja paciência para quem lá passa todos os dias e haja rapidez em terminar a obra!!!

Ainda falta, mas esta malta já vai divulgando...


14 novembro 2012

Ainda a crise do Sporting...

Segundo registos interessantes, corria o ano de 2001, quando um dos clubes considerados grandes do futebol português, conseguiu o seguinte desempenho:
Campeonato da 1ª Liga: 6º Classificado (Campeão: Boavista)

Pos. Equipa                   P    J       V    E    D    GM    GS
1       Boavista               77    34    23    8    3     63     22

2       Porto                    76    34    24    4    6     73     27

3       Sporting               62    34    19    5   10    56     37
4       Braga                   57    34    16    9    9     58     48
5       U.Leiria                56    34    15    11   8    46     41
6       Benfica                 54    34    15    9   10    54     44
7       Belenenses           52    34    14   10 10    43     36
8       Beira Mar              49    34    14    7   13    45    49
9       P. Ferreira             48    34   12    12   10   47    39
10     Marítimo                43    34    12    7   15    34    37
11     Salgueiros             43    34    13    4   17    41    55
12     Alverca                  43    34    12    7   15    45    52
13     Farense                 39    34    10    9   15    37    47
14     Gil Vicente             37    34    10    7   17    34    41
15     V.Guimarães         36    34     9     9   16    41    49
16     Campomaiorense 32    34     7    11   16    29    58
17     D. Aves                  22    34   4    10   20    31    68
18     E. Amadora           19      34   4    7    23    30    57

Taça de Portugal: Eliminado nos oitavos-final pelo FC Porto (Vencedor: FC Porto)
Taça UEFA: Eliminado na 1ª Eliminatória pelo Halmstad (Vencedor: Liverpool)

Outros registos, também deveras interessantes, dizem-nos que um bom par de anos antes, corria o ano de 1970, quando outro dos clubes considerados grandes do futebol português, havia conseguido o seguinte desempenho:
Campeonato da 1ª Liga: 9º Classificado (Campeão: Sporting)
Pos.   Equipa                  P     J    V    E   D    GM   GS
1        Sporting                46   26   21   4    1    61     17
2        Benfica                 38   26   17   4    5    58     14
3        V.Setúbal              36   26   16   4    6    58      26
4        Barreirense           28   26   11   6    9    42     33
5        V.Guimarães         28   26   12   4   10   38    36
6        Varzim                   28   26   10   8    8    31     26
7       CUF                       23   26    9   5   12   24      38
8       Belenenses           23    26    9   5   12   23     34
9       FC Porto               22   26    8   6   12   30     37
10     Académica            22   26    8   6   12   42      46
11     Leixões                 21   26   10   1   15   33      47
12     Boavista                18   26     6   6   14   35      61
13     Braga                    17   26     6   5   15   25     52
14     U. Tomar               14   26    5   4   17    20     53
O FCP classificou-se num impensável nono lugar, o pior lugar de sempre de um grande na agora Liga. 
O Sporting ficou quatro vezes em quinto, o Benfica uma vez em sexto, os dragões, além disto, tem três quintos, um sexto e um sétimo, mas, um nono, num campeonato de 14 clubes, numa fase onde o plantel era todo profissional, ao contrário dos anos 40, onde se verificaram essas classificações negativas, onde ainda não se tinha abraçado o profissionalismo, foi algo que dificilmente será igualado nos próximos tempos por um grande do futebol português! 
(Picado aqui)

Mais umas paisagens outonais...




13 novembro 2012

13 de Novembro de 1963 - A maior goleada da história das competições europeias

Na caminhada para a célebre final da Taça das Taças em Antuérpia, o Sporting Clube de Portugal, depois de ter eliminado nos dezasseis avos o Atalanta de Itália, enfrentava agora o APOEL de Nicósia.
No dia 13 de Novembro de 1963 o Sporting estabeleceu um recorde que dura desde então, ao ganhar à equipa cipriota por 16-1, naquela que é ainda a maior goleada da história das competições europeias.

 Fica o vídeo...


P.S. - Mascarenhas marcou 6 golos (outro recorde)

Qual será a "bucha" de amanhã???

A semana passada alguns idosos contentaram-se com leitinho e bolachas, mas esta semana, cheira-me a galo no forno...

Para a semana será o Fileno a servir.

Os Pobrezinhos


"Na minha família os animais domésticos não eram cães nem gatos nem pássaros; na minha família os animais domésticos eram pobres. Cada uma das minhas tias tinha o seu pobre, pessoal e intransmissível, que vinha a casa dos meus avós uma vez por semana buscar, com um sorriso agradecido, a ração de roupa e comida.

Os pobres, para além de serem obviamente pobres (de preferência descalços, para poderem ser calçados pelos donos; de preferência rotos, para poderem vestir camisas velhas que se salvavam, desse modo, de um destino natural de esfregões; de preferência doentes a fim de receberem uma embalagem de aspirina), deviam possuir outras características imprescindíveis: irem à missa, baptizarem os filhos, não andarem bêbedos, e sobretudo, manterem-se orgulhosamente fiéis a quem pertenciam. Parece que ainda estou a ver um homem de sumptuosos farrapos, parecido com o Tolstoi até na barba, responder, ofendido e soberbo, a uma prima distraída que insistia em oferecer-lhe uma camisola que nenhum de nós queria:
- Eu não sou o seu pobre; eu sou o pobre da minha Teresinha.

O plural de pobre não era «pobres». O plural de pobre era «esta gente». No Natal e na Páscoa as tias reuniam-se em bando, armadas de fatias de bolo-rei, saquinhos de amêndoas e outras delícias equivalentes, e deslocavam-se piedosamente ao sítio onde os seus animais domésticos habitavam, isto é, uma bairro de casas de madeira da periferia de Benfica, nas Pedralvas e junto à Estrada Militar, a fim de distribuírem, numa pompa de reis magos, peúgas de lã, cuecas, sandálias que não serviam a ninguém, pagelas de Nossa Senhora de Fátima e outras maravilhas de igual calibre. 
Os pobres surgiam das suas barracas, alvoraçados e gratos, e as minhas tias preveniam-me logo, enxotando-os com as costas da mão:
- Não se chegue muito que esta gente tem piolhos.
Nessas alturas, e só nessas alturas, era permitido oferecer aos pobres, presente sempre perigoso por correr o risco de ser gasto
(- Esta gente, coitada, não tem noção do dinheiro)
de forma de deletéria e irresponsável. O pobre da minha Carlota, por exemplo, foi proibido de entrar na casa dos meus avós porque, quando ela lhe meteu dez tostões na palma recomendando, maternal, preocupada com a saúde do seu animal doméstico
- Agora veja lá, não gaste tudo em vinho
o atrevido lhe respondeu, malcriadíssimo:
- Não, minha senhora, vou comprar um Alfa-Romeu
Os filhos dos pobres definiam-se por não irem à escola, serem magrinhos e morrerem muito. Ao perguntar as razões destas características insólitas foi-me dito com um encolher de ombros
- O que é que o menino quer, esta gente é assim e eu entendi que ser pobre, mais do que um destino, era uma espécie de vocação, como ter jeito para jogar bridge ou para tocar piano.
Ao amor dos pobres presidiam duas criaturas do oratório da minha avó, uma em barro e outra em fotografia, que eram o padre Cruz e a Sãozinha, as quais dirigiam a caridade sob um crucifixo de mogno. O padre Cruz era um sujeito chupado, de batina, e a Sãozinha uma jovem cheia de medalhas, com um sorriso alcoviteiro de actriz de cinema das pastilhas elásticas, que me informaram ter oferecido exemplarmente a vida a Deus em troca da saúde dos pais. A actriz bateu a bota, o pai ficou óptimo e, a partir da altura em que revelaram este milagre, tremia de pânico que a minha mãe, espirrando, me ordenasse
- Ora ofereça lá a vida que estou farta de me assoar e eu fosse direitinho para o cemitério a fim de ela não ter de beber chás de limão.
Na minha ideia o padre Cruz e a Saõzinha eram casados, tanto mais que num boletim que a minha família assinava, chamado «Almanaque da Sãozinha», se narravam, em comunhão de bens, os milagres de ambos que consistiam geralmente em curas de paralíticos e vigésimos premiados, milagres inacreditavelmente acompanhados de odores dulcíssimos a incenso.
Tanto pobre, tanta Sãozinha e tanto cheiro irritavam-me. E creio que foi por essa época que principiei a olhar, com afecto crescente, uma gravura poeirenta atirada para o sótão que mostrava uma jubilosa multidão de pobres em torno da guilhotina onde cortavam a cabeça aos reis"

António Lobo Antunes

12 novembro 2012

Record - jornaleco ordinário

 A semana passada, tentaram ainda a quente, incendiar os adeptos contra o jogador, porque terá comemorado o golo com um "pirete".

O rapaz não parece ser mal educado e prontificou-se a esclarecer que jamais o faria. Ainda assim, a atitude do jornalista, podia causar danos patrimoniais e pessoais a um atleta, apenas porque aldrabar vendia mais uma dúzia de jornais.

Mas a manipulação não ocorreu pela primeira vez, o mesmo "pasquim" já uma vez tinha manipulado a imagem de um campeão do Sporting, retirando-lhe o símbolo da touca.
Enfim, comigo não ganham um "tusto", pois até um ou outro jornal desportivo que costumava comprar na praia, já há alguns anos foi substituído por umas corridas com o "Sr. Neco" e uma apanha de conquilhas.

Olá cá estou eu...


Até tu, Srª???

Achei piada ao nome da Srª, mas principalmente ao STOP colocado por baixo.

Que bem que se aplica...

Esta foi-me dedicada por um dos meus


Não sendo o meu estilo favorito, vale pela letra e principalmente pelo reconhecimento que um rapaz que andou perdido teve por quem tem "a estranha mania de ter fé na vida".

Obrigado Amigão!!!

11 novembro 2012

Cresce e aparece, rapazito!!!


Voltei, com os olhos cheios e a alma dourada

As paisagens são tão grandiosas que só o olhar demorado consegue absorver o trabalho da natureza e do empreendimento humano realizado durante séculos.

As máquinas fotográficas podem-se esforçar, mas apenas em pormenores, pois a globalidade fica só na nossa cabeça, não cabe nas objectivas (e ainda bem)!





Dia de capicua...

09 novembro 2012

Venho já...

 Parece que há por lá umas provas...

E umas paisagens outonais do melhor...

Hoje, só uma palavra...

Brioooooosa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


08 novembro 2012

Carrega Malfica!!!

Não consigo entender o significado de tal expressão, vulgarmente utilizada por tudo e por nada por muitos adeptos "bormelhos".

Ontem, graças à Polícia de Segurança Pública acho que começo a entender...


 
 
Fica um pouco do historial deste fanático do SLB:Em Março de 1997, Inácio, membro da claque No Name Boys, foi condenado a quatro anos de prisão por negligência grosseira. O Ministério Público recorreu e o julgamento foi repetido em Janeiro de 1998, não tendo sido alterada a sentença. Em 2000, evadiu-se da cadeia do Linhó, acabando por ser recapturado em Fevereiro do ano passado, cumprindo, depois os 15 meses de pena que lhe restavam.

Proposta de redução de freguesias

Embora se continue a batalhar para que Ribeira de Frades se mantenha enquanto freguesia "autónoma", a hipótese B acaba de ser publicada.

Segue o excerto que mais nos interessa.


Os autores são estes e ao que parece, o estudo foi realizado em Lisboa...
 


Nota: Coimbra deixaria de ter 31 freguesias, como hoje tem, passando a ter apenas 18, reduzindo assim 13 freguesias

 (Recebido por e-mail)

Os portugueses como eles são

Greves na Lusa, despedimentos no jornal Sol, cortes no Público...

Ou seja, a comunicação social, principalmente a imprensa, com quebras enormes na tiragem, o que se reflecte nas receitas. Até já se fala em crise na democracia...

Curiosamente, ou não, Portugal mantém TRÊS jornais desportivos diários.

Alguém consegue entender e/ou governar um povo que se recusa a pagar o IVA mais caro nos restaurantes mas continua a comprar a Bola ou a ter a assinatura caríssima da Sportv???

Modernices...


07 novembro 2012

Ai o palerma do Hollande

Se os "xuxas" cá do sítio (juntamente com os comentadores, indignados, sindicalistas e conselheiros de estado) sabem que a França sobe IVA para descer TSU às empresas...

Mas não era ele o homem da esquerda que ia salvar a Europa das decisões neo-liberais de tirar aos trabalhadores para dar ao grande capital???

Às tantas a medida da TSU que foi atacada por todo o "bicho careta" (até os empresários, para cúmulo dos cúmulos) não era assim tão descabida...

Vai uma suecada???


O tempo não pára


Dois aspectos interessantes:

- a letra é do prematuramente desaparecido poeta Cazuza
- a forma sóbria como o Ney se apresenta em palco

06 novembro 2012

05 novembro 2012

Dêm-lhe a medicação


O homem tem razão, pois para os "xuxas" não há problema nenhum, só direitos e mais direitos.

Como se fosse este governo a deixar o país na pré "banca rota" e a pedir ajuda externa...

Não se arranja ninguém melhor lá pelo Largo do Rato???

Pois é, pois é... a idade

«Vou andando por aí
Sobrevivendo à bebedeira e ao comprimido
Vou dizendo sim à engrenagem
E ando muito deprimido;

É difícil encontrar quem o não esteja,
Quando o sistema nos consome e aleija...
Trincamos sempre o caroço
Mas já não saboreamos a cereja

Já houve tempos em que eu
Tinha tudo não tendo quase nada
Quando dormia ao relento
Ouvindo o vento beijar a geada
Fazia o meu manjar com pão e uva
Fazia o meu caminho ao sol ou à chuva
Ao encontro da mão miúda
Que me assentava... como uma luva!
(...)»

Jorge Palma

Boa semana


Um concerto muito bom de um génio desaparecido (correram rumores que se retirou para sempre, que está muito doente ou mesmo que já morreu).

Pessoalmente, acho que apenas está a dar um tempo, para ressurgir em grande estilo, como sempre!

04 novembro 2012

Bola...

O Sporting b foi ao estádio da Luz mostrar à agremiação encarnada que realmente houve erro na inscrição das equipas (afinal vai em primeiro lugar, com 12 pontos de avanço sobre o vizinho da 2ª circular).

Do jogo da noite, a equipa de verde e branco (às riscas) ganhou, embora tenha tido alguma sorte (principalmente no adversário).

Nota: Queimámos mais uma chicotada psicológica e nada. Há melhorias, apesar de tudo. Pelo menos, o Ínsua deixou de parecer o Grimi. O Jéffren, depois de passar pelas brasas, voltou renovado; o mal dele era o sono. Chegámos, até, a fazer uma jogada ou outra que nos fez recordar os tempos em que jogávamos à bola.

Prova de vida


Aberta a época da jeropiga