A enclavar desde 2005

«São meus discípulos, se alguns tenho, os que estão contra mim, porque esses guardaram no fundo da alma a força que verdadeiramente me anima e que mais desejaria transmitir-lhes: a de se não conformarem.»
Professor Agostinho da Silva





28 outubro 2014

O "tasco" faz hoje 9 anos

Não é muito nem é pouco, é o suficiente para perceber que aqui o "tasco" está em contagem decrescente.

Antes de terminar 2015 o Enclavado morrerá. 

Ninguém o irá matar, será de morte natural. 

Quando começar a ficar ligado às máquinas, será só uma questão de as desligar e dar o golpe de misericórdia.

Um blogue com quase dez anos é como um cão velho. Tem peladas e dorme pelos cantos. Mete dó. 

Até podemos gostar dele, mas mete dó.

Por isso o Enclavado morrerá.

Fica a recordação boa de todos os clientes que por aqui foram passando e deixando de passar e dando lugar a novos que passaram e deixaram de passar. 

Mesmo dos que preencheram folhas no livro de reclamações.

Foi bom. Ainda é!!!

Sem dramas. O funeral será simples e o dress code casual.

P.S. - de 28 de Outubro de 2005 até hoje, foram tantas as músicas, as imagens, as fotos "apanhados", as politiquices, as "ribeirices", as discussões futebolísticas e... os temas da vida que o melhor será recordá-lo como um todo.


27 outubro 2014

Parece que estavam a adivinhar...

Dois "bormelhos" que gostaram de jantar com o "carrasco" :)


O resultado de ontem foi "congeminado" cá em casa há pouco tempo :)

Conselho para a minha malta desta semana


22 outubro 2014

Boa noite


Capas desportivas de hoje



Agradeço o agradecimento :)


Já agora, a amizade é recíproca, companheiros!

É preciso ter azar...

Então um dos mais assíduos frequentadores aqui do "tasco" não foi até Bali (Indonésia) em trabalho/estudo e logo por grande "galo", apanhou a malta masculina toda com a cabeça partida???

Aposto que nem as danças balinesas tiveram o mesmo sabor. Eheheh!


Abraço daqui até aí, Alvarinho!!!

Do melhor...

21 outubro 2014

Os alemães são uns "cabrães" :)


Já não falo do 2º golo em que o jogador parte em fora-de-jogo, pois é milimétrico, ou do 2º cartão amarelo ao Maurício que ditou a sua expulsão, mas 

Não bastava jogar num estádio com mais de 60 MIL alemães a apoiarem a equipa da casa, perder por lesão o seu ponta-de-lança a meio da 1ª parte, ver o guarda-redes que tão bem tem dado conta do recado, ter um lance infeliz, jogar com 10 durante uma hora, ainda tinham que sofrer uma injustiça destas no período de descontos (depois de uma recuperação improvável e cheia de raça).

Como se vê na imagem acima, o árbitro de baliza vê claramente que a bola apenas bate na cara do jogador e o "bandeirinha" terá visto assim...


Ou seja, atendendo a que o árbitro principal não assinala de pronto a grande penalidade (até se afasta na direcção do meio campo), só má fé (leia-se falsidade) pode ter levado um dos árbitros a indicarem ao do apito que tinha sido mão.

As equipas da Gazprom são sempre arbitradas por russos. Faz parte do contrato.

Boa música em português

Foram ao "perdoa-me"???


Da outra vez jantaram no mesmo restaurante, mas em mesas separadas.

Desta vez jantaram na mesma mesa, mas cada um ficou numa cabeceira.

Da próxima estarão lado a lado e na seguinte um ao colo do outro (à vez).

Entretanto, não havia ninguém com menos processos na justiça para ser presidente da Liga???

Ao que parece as condenações em Portugal são equivalentes a condecorações. Quantas mais, melhor.



Destes 3 meninos de coro, condenados em tribunal, um é quadro da Federação Portuguesa de Futebol e o outro será o próximo Presidente da Liga de Clubes.

Com escolhas destas, dá para confiar na verdade desportiva???

Fica um excerto do programa para os saudosistas :)

Quem sai aos seus...


20 outubro 2014

Sempre metido nelas...



Acabadinha de receber

A mensagem do Conselho de Veteranos da Universidade de Coimbra

Caros e caras estudantes,

O Magnum Concilium Veteranorum, Conselho de Veteranos da Universidade de Coimbra, vem por este meio saudar-vos no início deste ano lectivo, desejando-vos um bom aproveitamento e uma excelente vivência académica. Vimos também esclarecer e desmistificar algumas ideias relativamente às tradições coimbrãs, nomeadamente sobre a PRAXE, que tanto tem sido debatida ultimamente, esperando poder contar com a vossa colaboração para que a Praxe e as tradições não sejam desvirtuadas, como têm por vezes sido.

Antes de mais, importa esclarecer que a Praxe e as tradições académicas servem para criar e fortalecer laços de amizade e camaradagem numa comunidade estudantil que se quer consciente dos seus direitos, deveres e responsabilidades. É a passagem de testemunho das vivências e problemas sentidos ao longo da experiência académica dos estudantes mais velhos para os mais novos, e é um dos instrumentos fundamentais, mas não o único, para a inserção activa na vida académica.

A Praxe da Universidade de Coimbra engloba muito mais do que gozar caloiros, regendo-se por um vasto conjunto de regras e princípios que devem ser respeitados por todos aqueles que nela se inserem, desde o estudante de hierarquia praxística mais baixa até ao de mais elevada. A Praxe não pode ser usada para actos de humilhação ou coacção, pelo que se deve ter sempre em conta que cada pessoa tem limites e concepções próprias. Os atropelos às liberdades e direitos individuais são crime e não Praxe, devendo nesse caso ser denunciados. Acima de tudo, o que se quer é uma harmonia entre a liberdade e responsabilidade. Só porque um individuo está com uma Capa e Batina vestida, isso não pode ser justificação para actos ilícitos. Quando isto não é respeitado, os princípios e regras da Praxe também o não são.

Com vista a alcançar os seus objectivos (entre os quais a integração dos novos colegas e a valorização do património cultural coimbrão), deve existir uma cooperação real entre os estudantes, de forma a que se entenda aquilo que deve, ou não, ser tido por Praxe. Grande instrumento dessa compreensão é o Código da Praxe, que, sendo um conjunto de preceitos-guia para a boa actuação de todos, se torna normativamente necessário, de modo a evitar os abusos ou atropelos que temos vindo a presenciar. Na óptica do Conselho de Veteranos, estas práticas abusivas não podem, portanto, ser toleradas, quer para a manutenção das tradições académicas, quer para a boa convivência entre colegas.

Por último, importa referir que na Universidade de Coimbra é expressamente proibido: pintar os Caloiros; perturbar o normal funcionamento das actividades, eventos e cerimónias da UC; perturbar ou desrespeitar eventos inseridos na tradição e actividade da Academia de Coimbra; o desenvolvimento de actividades que lesem bens de terceiros; a mobilização de Caloiros ou Novatos dentro do seu horário lectivo; o desenvolvimento de actividades que causem dano, físico ou psicológico. Importa também relembrar que a adesão à Praxe é voluntária e não pressupõe qualquer tipo de consequências.

Lançamos o apelo a todos os estudantes da Universidade de Coimbra para que, tendo sempre presente o bom senso e as regras da sã convivência em sociedade, vivam a Praxe e a Tradição Coimbrã em toda a sua plenitude, e que descubram, nestes novos tempos, a magia de Coimbra e o porquê dos seus colegas do passado tanto cantarem a palavra Saudade.  

Magnum Concilium Veteranorum

Conselho de Veteranos da Universidade de Coimbra

Para esta semana, fica o conselho


19 outubro 2014

Claro que fico inchado :)



Hoje sinto-me assim :)


O Sporting entrou em campo com 7 portugueses contra uma equipa sem nenhum "luso" (nem o treinador), foi sempre superior e mesmo com a ajuda do Jorge (dragão de ouro) Sousa, o Futebol Corrupto do Porto apanhou 3 na sua própria casa.

O tempo é meu amigo



Manteve-me em forma durante 42 Outonos :)

18 outubro 2014

Como as coisas andam...

Para mim, o pior nem é um tipo sem profissão conhecida ser dono de um Porche e estar abraçado a um "bormelho" "panilas"...

É mesmo o líder dos arruaceiros-mor ir a uma Encontro Nacional da Arbitragem Jovem.

Assim sendo... "Bibó Puorto, carago!!!"

Roubando e andando...

Parece que não somos todos iguais...




17 outubro 2014

Boa noite e bom fim de semana!!!

Dia ganho logo pela manhã

No início desta semana...

Pelo chat do Facebook, um dos meus rapazolas, hoje com 21 anos e que já saiu da instituição há mais de seis...


Boas stor

já vou fazer o exame de código pela segunda vez

tem assim algum conselho que me possa dar antes que faça porcaria outra vez? <.<

estou com um pouco de vergonha se falhar novamente

é porque nas aulas de codigo cada pergunta que me fazem eu

precisava de falar com alguem que me conhecesse

bem o suficiente para me poder acalmar

e levar este desafio um pouco mais relaxado

Depois de alguns conselhos de algibeira e de recordar alguns momentos da sua vida onde se superou, lá fiquei a aguardar que hoje de manhã me desse um "toque" para eu retribuir e a chamada e dar-lhe uma "pequena injecção de moral" para ir mais confiante, logo menos nervoso para o exame.

Às 8:10 cumpriu o combinado e tentei fazer a minha parte.

Entre as 8:30 e as 9:00 roí as unhas e aguardei que o telemóvel voltasse a ter vida...

Às 9 e pouco, lá estava uma voz rouca mas muito feliz... "PASSEI STOR!!!"

Mais uma pequena batalha conquistada por um guerreiro que de tempos a tempos volta à minha vida, como se fosse uma andorinha que escolhe um beiral para descansar (leia-se desabafar, pedir conselhos ou uma ajudita nisto ou naquilo).

Parabéns "Xopa!!!"

Que tal???

16 outubro 2014

Sobre as declarações do "Chamuças"


Ou seja, brevemente os lisboetas irão ter "Outdoors" mais ou menos assim:


Pessoalmente, não me preocupa assim tanto, já sobre as opiniões sobre as inevitabilidades do país, a conversa é outra, ou melhor, por enquanto é uma conversa surda, pois nem uma posição se reconhece a tal criatura, apesar de tanto tempo de antena na quadratura do círculo...

Tudo come (bebe) tudo :)


20 coisas para dizer aos pré-adolescentes

1. A atitude faz toda a diferença. Não mudes a tua atitude consoante as coisas que vão acontecendo. A frustração e o stress vem da forma como tu respondes e reages às situações, e não das circunstâncias em si. Se tiveres sempre uma boa atitude, as coisas acabam por desaparecer. Analisa o que te dizem, ouve a opinião dos outros, mas não deixes que isso te defina.

2. Aquilo que sentes e vives começa com a tua percepção das coisas. Nada te pode parar. Só os teus próprios pensamentos sobre ti e sobre a vida é que te podem travar. A tua percepção das coisas cria as tuas opiniões e orienta os teus pensamentos. Os teus pensamentos influenciam os teus comportamentos. E os teus comportamentos definem a tua experiência de vida. Portanto, tudo começa na forma como olhas para a vida.

3. Não te queixes. Aproveita o tempo a desfrutar da vida. Em vez de dizeres “tenho de fazer”, diz “vou fazer”. Muitas vezes queixamo-nos de coisas que outras pessoas adoravam poder ter ou fazer. Aceita as tuas imperfeições e luta para as combater. Cada erro é uma oportunidade para a evolução.

4. Uma atitude positiva compensa sempre. Os nossos pensamentos ficam a ecoar por muito tempo na nossa mente. É muito importante que mantenhas sempre pensamento positivo. Sorri o mais possível. Inventa, cria, diverte-te, explora coisas novas. Um sorriso altera a estrutura química do teu corpo. Faz-te sentir melhor e viver melhor.

5. A raiva é uma perda de tempo. Antes de gastares o teu tempo com pensamentos negativos, respira fundo. A raiva, o ressentimento, o ódio e a inveja só te fazem perder tempo – e o tempo é insubstituível. Nada é tão mau como parece. Há sempre algo bom, mesmo que esteja escondido, em tudo aquilo que vais viver. Só tens de ter calma e paciência para descobrir.

6. A preocupação é o teu pior inimigo. Rouba-te a alegria e mantém-te ocupado/a a pensar em cenários irreais. Quando estás preocupado/a, estás a desperdiçar a tua imaginação com coisas que não existem na realidade. Utilidade? Zero.

7. Não fujas das coisas, corre em direção a elas. A melhor forma de saíres de algo negativo é ires atrás de algo positivo. Simples. Mantém o espírito e a mente aberta para aquilo que te rodeia. Podes saber muito, conhecer muito, mas há sempre algo novo para descobrir.

8. A gratidão ajuda sempre. Estás a sofrer ou estás irritado/a com alguma coisa? É normal. Como transformar isso em felicidade e paz? A chave é a gratidão. Se te sentires grato por todos os problemas que não tens, vais ver que a sensação de paz e força para o futuro é automática.

9. Confia na vida. Há sempre uma razão para as coisas. Mesmo que pareça que tudo está a desmoronar-se, pensa que há uma razão para tal. A felicidade está em estares bem com aquilo que tens, e não em desejares ou preocupares-te desesperadamente com o que não tens.

10. A mudança é necessária. Estejas num bom ou num mau momento, isso vai mudar. A mudança faz parte da vida, e tu podes mudar também. Respira fundo. O passado já passou. Foca-te no que podes fazer e não no que devias ter feito.

11. És mais forte do que aquilo que pensas. Aceita cada momento, sem julgamento ou ansiedade. Lembra-te que tens força suficiente para aguentar qualquer coisa que surja na tua vida.

12. Ter problemas é bom. Significa que estás a fazer progressos. As únicas pessoas que não têm problemas são aquelas que não fazem nada na vida e que ficam sempre no mesmo patamar.

13. O tempo passa de qualquer das formas. Gastas a mesma energia a fazer algo produtivo que gastas quando ficas sem fazer nada. Portanto, é melhor ficares exausto/a por teres feito um grande esforço e aprenderes com isso do que estares cansado/a de não fazer nada.

14. Estar ocupado não significa ser produtivo. Não confundas “balanço” com “progresso”. Um cavalo de brincar está sempre com balanço, mas não faz qualquer progresso. Aproveita o tempo para fazeres, de facto, algo produtivo.

15. Só consegues algo se lutares por isso. Só vais conseguir algo na vida se lutares por isso. A diferença entre querer e ter está em fazer por isso.

16. O “certo” e o “fácil” nunca estão juntos. Faz o que é importante, e não só o que te for conveniente. Faz algo que valha a pena, que te fortaleça, que te ensine qualquer coisa. Escolhe sempre o caminho que te desafie mais. Escolhe aprender e crescer.

17. Sê tu próprio/a. Serás sempre mais eficaz se fores tu próprio/a. Reflete e lembra-te de quem tu és, das tuas ideias e dos teus princípios.

18. Encontra um trabalho importante para ti. Só vais conseguir ser o/a melhor se estiveres a trabalhar por um objetivo importante, positivo e ambicioso. Nunca trabalhes para um objetivo se não estiveres confiante de que o vais alcançar. Encontra desafios que te façam ficar acordado/a à noite com tanto entusiasmo.

19. Define sempre as tuas prioridades. Naqueles momentos em que te sentes pressionado/a de várias direções, respira fundo e lembra-te do que te move. Lembra-te do que é mais importante na tua vida. Tu é que decides o que é mais importante, e é essa decisão que vai ajudar a definir aquilo que tu és.

20. Eleva a fasquia. Sonha em grande. Faz com que os teus sonhos sejam indestrutíveis. São as tuas motivações que te vão fazer evoluir. O que parece agora muito difícil de alcançar, vai estar um dia bem perto da concretização. Não pares de tentar. Põe todo o teu entusiasmo nos teus objetivos. Questiona-te sobre as metas que queres atingir e, em cada manhã, enche-te de coragem para construíres o teu caminho. O esforço custa, mas compensa.

15 outubro 2014

Alguém tem algo a dizer???


Ontem, duas grandes vitórias

Os Sub-21 voltaram a derrotar a poderosa Holanda e nos últimos 14 jogos, ganharam 14 vezes.

Estarão presentes no Euro 2015, onde além dos anfitriões, apenas constarão mais 6 equipas.

Já os mais velhos, mostraram mais serenidade e conseguiram o mais importante, ganhar!

Agora vamos lá a cumprir o que falta deste apuramento, com humildade e qualidade, pois se assim for, os resultados aparecerão.


Ainda é cedo para fazer juízos de valor, mas parece-me que os elementos que entraram para a selecção são bem melhores que Rafa, Ivan Cavaleiro, Vieirinha, etc.

14 outubro 2014

Não é insultado por mim quem quer…

…mesmo que o ande a pedir pelas redes sociais e pela blogosfera. 

Até porque é deprimente ver gente crescida assim tão carente de afectos.

Há que manter mínimos e eu não gosto de amesquinhar a boa e respeitável arte do insulto, desperdiçando-a em qualquer um.

Indemnização de Zeinal Bava - quase 18 vidas!!!

Uma pessoa que comece a trabalhar aos 20 anos e se reforme aos 65, caso nunca tenha que meter baixa e ganhe o ordenado mínimo, precisa de aproximadamente DEZOITO vidas para poder receber à custa do seu trabalho tanto como o Zeinal Bava (ex-administrador da Portugal Telecom) recebeu para sair do seu cargo.

São mais de 111 mil salários mínimos, o que mesmo com uma carreira de 45 anos (dos 20 aos 65), só se consegue atingir, morrendo e tornando a nascer 18 vezes.

Será que o valor de um só homem, neste caso, nem é o valor, antes a sua saída de funções, pode valer tanto como a vida inteira de outros 18???

Será moralmente aceite???

Trata-se de um génio como Leonardo daVinci que conseguia modificar o curso dos rios, de um humanista como Mandela que evitou milhares de mortes e permitiu aumentar consideravelmente a qualidade de vida a muitos milhões???

Não! Certamente um bom gestor, mas claramente alguém que não ficará na história da humanidade.

Aproveito o caso concreto deste administrador, mas poderemos facilmente encontrar muitos outros - este tem a particularidade de receber esta fortuna - CINCO MILHÕES E QUATROCENTOS MIL EUROS - apenas de indemnização para deixar o cargo.

Em que mundo vivemos???

Somos todos iguais???

Reconheço que levantar um muro com cimento e tijolos (mais por aqui e por ali, todos conseguimos), já projectar uma ponte, não é para todos!

Reconheço que lavar o rabo a um velhinho (mais por aqui e por ali, todos conseguimos), já abrir um abdómen e retirar um apêndice infectado, não é para todos!

Reconheço que varrer as ruas (mais por aqui e por ali, todos conseguimos), já pilotar um avião não é para todos!!!

E por aí fora, mas caramba! Será que 111 mil pessoas a trabalhar durante um mês não conseguiriam mais rentabilidade para uma empresa do que mandar embora um administrador???

Gosto!!!

13 outubro 2014

Até quando???


Assim está bem!!!

Quando o Passos Coelho resolveu cortar 30% na Fundação Mário Soares (bem como em muitas outras), arranjou um inimigo visceral.

O Soares (velho) não descansou enquanto não tentou uma revolta popular - chegou mesmo a falar do risco de assassinato - ajudou a afastar o Seguro e pôr o "Chamuças" próximo do poleiro.

Agora entende-se porquê...


Quando (se) chegar a Primeiro Ministro, imagino a rapaziada que vai receber donativos...

Para esta semana...


12 outubro 2014

Amanhã de manhã - Via Rápida de Taveiro

Os radares fixos da PSP, às 08h30 estarão na EN 341 (via rápida de Taveiro) à espera dos mais apressados.

O TARF em grande actividade

É sempre bom saber que uma das mais antigas colectividades da nossa Terra continua em grande forma, desta vez, actuando em Coimbra.

Parabéns!!!



"Vou falar com a DOUTORA"

Assistente Social e Técnico de Serviço Social obrigam a dobrar a língua muitas vezes, por isso, não conheço nenhuma IPSS (Creche, Lar de Idosos, Infantário, Centro de Dia, Lares de Infância e Juventude, Centros de Acolhimento Temporário ou outros), em que esses profissionais sejam tratados como devem.

As enfermeiras, são enfermeiras, os professores são professores, as educadoras de infância são educadoras, as psicólogas são psicólogas, etc...

Já as assistentes sociais são invariavelmente "AS DOUTORAS".

Este tratamento começa logo pelas funcionárias, mas rapidamente se alarga a todos os "clientes"/"utentes" e seus familiares.

Ou seja, embora muitos profissionais sejam licenciados ou mestres (até em Universidades públicas), as "DOUTORAS" são as que (salvo raras excepções) em 3 anos de ensino superior particular politécnico, adquiriram tal estatuto.

A culpa não é delas, mas com uma designação tão longa "Técnico de Serviço Social", fica mais fácil (e até cai melhor eheheh) dizer "DOUTORA".

Num caso que conheço bem, nem o médico que exerce na instituição (pelo menos uma dezena de anos numa Universidade pública), é tratado simplesmente por "DOUTOR". 

Afinal "DOUTORAS" só mesmo as assistentes sociais - essas é que estudaram para isso, os restantes foi para enfermeiras, psicólogas, professoras, médicas ou educadoras.

São coisitas... :)

P.S. - não me dói o cotovelo, pois quando me licenciei em Geologia, como o curso tinha muito em comum com as engenharias (inclusivamente cerca de metade dos meus colegas exercem a profissão de geólogo), muitas pessoas nos tratavam por Engenheiros - o que para alguns ainda está acima na hierarquia. Em termos pessoais, gosto que me tratem pelo meu nome (apenas!), em termos profissionais, pela profissão que desempenho - prefiro professor, embora o "stôr" seja mais vulgar.Mas DOUTORAS mesmo, são as assistentes sociais :)

11 outubro 2014

Boa noite...

Curiosidades

No mesmo dia em que a taxa das obrigações portuguesas a dez anos baixou para mínimos de sempre 2,957% e pairou no ar a expectativa de que a Fitch deverá retirar a dívida portuguesa do patamar lixo, sai uma sondagem em que Costa ganha com um avanço enorme sobre Passos Coelho.

A verdade é que António Costa nem precisa dizer o que pensa fazer relativamente a linhas estratégicas para o país, pois os actuais andam tão desorientados que caíram em desgraça.

Se continuarmos assim, como Portugal ainda não se esqueceu de D. Sebastião, aguarda que seja ele o Messias que irá resolver os problemas (assumidos e reconhecidos por todos) do país sem sacrifícios.

Pelo menos que o obriguem a dizer o que pensa fazer, ainda que saibamos que não irá cumprir.

Joana Ramos vence Ouro no Judo


Menos mediática que a Telma Monteiro (eterna esperança "bormelha"), esta jovem do Sporting deu uma alegria a Portugal.

Já a selecção de Sub-21, comandada pelo Rui Jorge, mostrou que após vencer todos os jogos na fase de grupos, ainda vulgarizou a poderosa formação holandesa, vencendo 2-0. Fernando Santos, olha para aqueles miúdos!!!

Da incompetência...

O mês de Setembro e o início de Outubro estão a ser catastróficos para este governo.

Além da situação do BES, do programa informático que deixou os tribunais num caos, da colocação de professores que deixou as escolas à toa e de um orçamento de estado que tanto demora a ser "cozinhado", o governo no seu todo não parece capaz de reagir com competência.

Estavam formatados para colocar as contas na ordem, ou seja, cortar e cortar. Penso (e espero) que o tenham feito com mais acertos do que erros, mas agora é preciso "mudar a agulha".

Nenhum povo aguenta austeridade sem tréguas durante anos a fio e o tal crescimento precisa certamente de um empurrão no aumento do poder de compra.

Como a coligação - sempre se tem aguentado ao longo da legislatura, ao contrário do que foi sendo vaticinado - não tem consenso quanto à forma de potenciar o crescimento, reduzir os impostos, etc.,  penso que o "Chamuças" tem o caminho muito facilitado e talvez o país ganhasse com uma antecipação das eleições legislativas.

O desgaste foi muito, não me refiro apenas ao da exposição pública, mas ao causado pelas medidas impopulares (a maior parte necessárias) em catadupa.

Não estou a ver estes governantes (salvo uma ou outra excepção) com força de vontade para continuarem.


10 outubro 2014

O prémio Nobel é um pouco nosso

Daqueles que acreditam que nas crianças e na sua educação, está o caminho para um Mundo melhor.

"Uma criança, um professor, uma caneta e um livro podem mudar o mundo."

Malala


Escolhi esta foto para ilustrar a sua capacidade de perdoar, pois foi baleada à queima roupa na cabeça, por terroristas talibãs e ainda assim, conseguiu ter força lhe perdoar, mas não desistir de tornar o Mundo um local melhor para as crianças viverem.